Enquanto o mundo econômico enfrenta sua crise, assistimos a  passagem de uma cultura baseada no sujeito psicológico, na qual a identidade estava referida preferencialmente ao registro da vida emocional interior, para outra, a das bioidentidades – na qual a biologia e o corpo são as fontes privilegiadas nas quais buscamos a resposta para a questão fundamental: quem sou eu?

Evento do módulo Efeitos psicológicos da crise.

Comments are closed