A base da matriz energética do brasil, que está no aproveitamento de seu grande potencial hídrico, por meio de usinas com reservatórios e capacidade de regularização plurianual, e que garantiu que o país crescesse nas últimas três décadas, vem sendo substituída por novos conceitos, voltados aos parâmetros de sustentabilidade. E com o crescimento da demanda, o aumento das restrições e a redução gradativa da regularização plurianual dos reservatórios, faz-se necessária a busca de alternativas viáveis. Já neste século, inicia-se no brasil a discussão sobre as energias renováveis não convencionais, como: biomassa, eólica e solar.

Comments are closed