A nova economia apoia-se sobre um metabolismo industrial que reduz drasticamente o uso de carbono na base material e energética da sociedade e, ao mesmo tempo, oferece oportunidades para que as necessidades básicas dos seres humanos sejam preenchidas, dentro dos limites das possibilidades dos ecossistemas. Isso supõe reduzir drasticamente a desigualdade e, ao mesmo tempo, por meio da inovação, ampliar a produtividade material e energética dos processos produtivos.

Comments are closed